Plataformas para Desenvolvimento Local e ODS: Ilha do Fogo recebe 2º encontro do Comité de Pilotagem

Plataformas para Desenvolvimento Local e ODS: Ilha do Fogo recebe 2º encontro do Comité de Pilotagem 19/02/2018 09:12Hs

Plataformas para Desenvolvimento Local e ODS: Ilha do Fogo recebe 2º encontro do Comité de Pilotagem

O evento reúne, na cidade de Cova Figueira, município de Santa Catarina, representantes das Câmaras Municipais e das plataformas locais dos oito municípios do Programa das Plataformas para o Desenvolvimento Local e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Associação dos Municípios de Cabo Verde (ANMCV) e das Organizações da Sociedade Civil em Cabo Verde.

O segundo encontro do comité de pilotagem deste programa é presidido pela diretora da Unidade de Desenvolvimento Local, do gabinete do primeiro-ministro, Francisca dos Santos.

Neste encontro vão ser apresentados e analisados o relatório de atividades relativamente de 2017 e o Plano de Trabalho Anual 2018, que tem como um dos objetivos mais importantes a finalização dos Planos Estratégicos Municipais de Desenvolvimento Sustentáveis (PEMDS) que estão a ser elaborados pelos atores locais, de forma participativa e inclusiva e alinhados com o Plano Estratégico de Desenvolvimento Sustentável (PEDS) do país bem como com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Nesta ocasião vai-se discutir, analisar e aprovar a criação de uma nova plataforma local na ilha de Brava.

O encontro constitui, igualmente, um espaço de diálogo e participação ativa dos diferentes intervenientes no processo de planificação, implementação e avaliação do programa, bem como na identificação dos avanços/sucessos e dos constrangimentos vivenciados pelas diferentes plataformas locais, e assim contribuir para a maximização dos impactos na vida das comunidades e das pessoas.  

O Programa de Plataformas para o Desenvolvimento Local e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável em Cabo Verde é financiado pelo Grão-Ducado do Luxemburgo, no montante de 2 milhões de euros, por um período de três anos (2017-2019), e visa o reforço das capacidades dos atores locais em matéria de articulação a vários níveis, a planificação estratégica e desenvolvimento económico local, contribuindo ainda para a parceria global para a inovação em matéria de desenvolvimento territorial e de governação local.

O programa é administrado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento – PNUD e implementado pelo Gabinete do primeiro-ministro, através da Unidade de Desenvolvimento Local e a ANMCV.

O programa é implementado através de plataformas locais dos 8 municípios: Mosteiros, Ribeira Grande de Santiago, Ribeira Grande de Santo Antão, Paúl, Porto Novo, Santa Catarina do Fogo, São Filipe e São Salvador do Mundo.

GCI

Deixe seu Comentário